sábado, dezembro 01, 2007

"Paulo Marques - Uma Vida de Roda no Ar"

.

O conhecido piloto famalicense, Paulo Marques, apresenta na próxima sexta-feira, dia 7 de Dezembro na Casa das Artes, o livro “Paulo Marques - Uma Vida de Roda no Ar”, da Editorial Novembro, recentemente lançado.

Trata-se da primeira biografia redigida acerca de um piloto de motos português que conta todas as façanhas deste mito vivo do desporto motorizado,

Paulo Manuel Guimarães Marques nasceu a 2 de Dezembro de 1962, demonstrando desde cedo aptidões para o desporto, tendo praticado variadas modalidades, tais como ginástica (1 ano), Karaté (1 ano), judo (2 anos) e andebol (dos 15 aos 19 anos), a nível oficial, tendo sido inclusive Campeão Distrital no escalão Juvenil e Júnior, sempre como Guarda Redes, do FAC (Famalicense Atlético Clube).

Começou a andar de moto aos 10 anos e com 12 herdou a moto de seu irmão mais velho (Benelli, de 3 velocidades). A primeira prova de Motocross Regional, aconteceu aos 17 anos e somente em 1983, já com 20 anos, é que realiza a primeira Prova Oficial, do 1º Campeonato Nacional de Enduro (Moto Rally de Sesimbra).

Tendo sido um dos pioneiros desta modalidade em Portugal, Paulo Marques acompanha desde essa altura o desenvolvimento da mesma, tendo tido ao longo da sua extensa carreira diversos adversários de peso, onde somou 18 títulos (11 de Enduro e 7 de Todo-o-Terreno). Um dos momentos mais importantes da sua carreira, foi a realização do seu 1º Paris Dakar, em 1994. Já com alguma experiência consegue o feito de ter ganho uma etapa no Dakar de 1997 e nesse dia o seu nome corre toda a Imprensa Mundial.

PALMARÈS NAS DUAS RODAS

1983
Participa pela primeira vez no Campeonato Nacional de Enduro (primeira edição) e classifica-se em 3º lugar da Classe Promoção - Yamaha DT 125 LC
1984
3º Classificado no Campeonato Nacional de Enduro – Yamaha IT 250
1985
Campeão Nacional de Enduro – Yamaha YZ 250/KTM 300
ISDE / Espanha (abandono por queda) KTM 300
1986
Campeão Nacional de Enduro – Aprília RX 250
ISDE / Itália (abandono por problemas mecânicos) - KTM 300
1987
Vice Campeão Nacional de Enduro – Aprília RX 250
Vencedor da 1º Baja de Portalegre – Aprília RX 250
ISDE / Polónia (abandono por problemas mecânicos) - Aprília RX 125
1988
3º Classificado no Campeonato Nacional de Enduro – Aprília RX 250
Medalha de Bronze no ISDE / França - Honda XR 250
Vencedor da Baja MontesBlancos/Espanha – Classe 250
1989
Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250
Medalha de Prata no ISDE / Alemanha – Honda CRE 250
1990
Ausente dos Campeonatos devido a lesão
1991
Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250
1992
Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250
Campeão Nacional de Todo-o-Terreno (1ª edição) – Honda CRE 250
Vencedor da 1º Baja Portugal 1000 – Honda CRE 250
1993
Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250
Campeão Nacional de Todo-o-Terreno – Honda CRE 250
Medalha de Bronze no ISDE / Holanda – Honda CRE 250
1994
Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250
Campeão Nacional de Todo-o-Terreno - Honda CRE 250
Vencedor da Baja de Portalegre. – Honda CRE 250
Vencedor da Baja Portugal 1000 – Honda CRE 250
Medalha de Prata no ISDE / USA – Honda CRE 250
Rally do Atlas – 9º Lugar da geral – Honda XR 600.
Dakar - Desistência por avaria mecânica – Honda XR 600
1995
5º no Campeonato Nacional de Enduro - Honda CRE 250
Medalha de Prata no ISDE / Polónia – Honda CRE 250
Dakar – 15ª posição da geral e 2ª da classe – Yamaha XT 660
1996
3º no Campeonato Nacional de Enduro – Honda CRE 250
Medalha de Prata no ISDE / Finlândia – Honda CRE 250
Dakar – Desistência por queda - KTM 660 Rally
1997
Campeão Nacional de Enduro – Cl. 4T – Honda XR 400
Campeão Nacional de Todo-o-Terreno – Cl. 400 4T – Honda XR 400
Medalha de Bronze no ISDE / Itália – Honda XR 400
Rally da Tunísia - 5º lugar da geral e 1º da Classe Maratona - KTM 660
Dakar - Venceu a 14ª etapa e classificou-se na 8ª posição da geral, 1º da Classe Maratona - KTM 660
1998
Campeão Nacional de Enduro - Cl. 4T – Honda XR 400
Medalha de Ouro no ISDE / Austrália – Honda XR 250
Dakar 1998 – Desistência por queda – KTM 660
1999
3º no Campeonato Nacional de Enduro – Cl. 4T – Honda XR 400
Campeão Nacional de Todo-o-Terreno - Cl. Sup. a 400/4T – Honda XR 440
Rally da Tunísia – 7º lugar da geral e 1ª da Classe Maratona – KTM 660
Dakar – Desistência por queda – KTM 660
2000
Campeão Nacional de Enduro – Cl. 250/4T – Honda XR 250
Campeão Nacional de Todo-o-Terreno – Cl. Sup. a 400/4T – Honda XR 650
Rally dos Sertões (Brasil) – 4º lugar da geral - Gas Gas 250
Rally da Tunísia – 9º lugar da geral e 2º da Classe Maratona – Honda XR 650.
Dakar – 65ª posição da geral (ocupava a 8ª posição, quando teve problemas eléctricos na sua moto – 12ª etapa) com destaque para um excelente 3º lugar na 6ª etapa – KTM 660;
2001
Campeão Nacional de Enduro – Cl. 250/4T – Honda XR 250
Campeão Nacional de Todo-o-Terreno – Cl. Sup. a 400/4T – Honda XR 650
Rally dos Sertões (Brasil)– Desistência por avaria mecânica - Husqvarna TE 570.
Rally da Tunísia – 6º lugar da geral e 1º da Classe Maratona – Honda XR 650
Dakar– 12ª posição da geral e 2º da classe Maratona - Honda XR 650;
2002
3º Campeonato Nacional de Enduro Cl. 450/4T – Honda CRF 450
3º Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno - Cl. 450/4T – Honda CRF 450
Vencedor da Baja Telecel 1000 – Honda CRF 450
Rally dos Sertões (Brasil) – 2º lugar da geral - Husqvarna TE 570.
Rally da Tunísia – 6ª lugar da geral e 2º da Classe Maratona – KTM 660
Cross Country do Japão - 1º lugar da geral – KTM 250 EXC
Dakar – 10ª posição da geral e 1º da classe Maratona - KTM 660 Rally Replica - Destaque para um excelente 2º lugar na ultima etapa (Lac Rose / Dakar).
2003
Realiza pela ultima vez algumas provas do Campeonato Nacional deodo o Terreno e começa a dedicar-se com mais intensidade ao Team Honda Portugal, abandonando a carreira como piloto de moto.
Rally dos Sertões (Brasil)– Desistência por avaria mecânica - Gas Gas 400.
Dakar – Desistência por queda – KTM 660 Rally Replica.

Sem comentários: