sexta-feira, setembro 22, 2006

Novo Cartão Jovem Municipal com muita procura

.
O lançamento do novo cartão jovem municipal, foi um dos destaques da IV Edição da Festa do Associativismo e Juventude. O novo documento reúne todas as vantagens do antigo cartão jovem municipal e do cartão jovem nacional, permitindo aos jovens do concelho obter descontos consideráveis em produtos e serviços prestados no concelho, no comércio tradicional e nos vários equipamentos desportivos e culturais municipais, para além das vantagens nacionais, podendo ainda ser utilizado em 31 países da Europa. Logo no primeiro dia em que o cartão ficou disponível, mais de 300 jovens famalicenses solicitaram o novo documento. A cerimónia do lançamento ocorreu no passado sábado e contou com a presença da Presidente da Direcção da Movijovem, Drª Helena Alves.

Especial de Slallon de Vila Nova de Famalicão

.
A 1ª Edição da Especial de Slallon de Vila Nova de Famalicão foi claramente um êxito, tendo superado as expectativas da organização, mesmo sendo consabido o natural apego dos famalicenses aos automóveis e a todo o desporto motorizado. Cerca de dez mil pessoas concentraram-se nas principais ruas da cidade de Vila Nova de Famalicão, no domingo, para assistir à primeira prova Super Especial Slallon de Famalicão. A prova pioneira do desporto motorizado, contou com a participação de 80 pilotos de várias gerações, entre os quais Miguel Campos, Joaquim Santos, Rui Lages, Manuel Ferreira e Joaquim Jorge, que se sagrou vencedor ao volante do seu Ford Escort RS. Com a assistência completamente ao rubro, os pilotos percorreram um trajecto de 1,5 km, sempre em piso de asfalto, a uma velocidade alucinante, numa prova que ficou marcada pela adrenalina e emoção. Organizada pelo Futebol Clube do Porto com o patrocínio da Câmara Municipal de Famalicão, a prova de Slallon foi um dos grandes destaques da Festa do Associativismo e Juventude de Famalicão, que decorreu durante o fim-de-semana.

quinta-feira, setembro 14, 2006

IV Festa do Associativismo e Juventude

. Programa
Dia 15 (sexta-feira) 19h00 – Cerimónia de Inauguração / Desfile de Bombos CNE 21h00 / Música e Dança / Centro Social e Cultural S. Pedro de Bairro 21h30 / Música e Dança / Associação Guias de Portugal 22h00 / Dança / Associação Gindança 22h00 / Apresentação de penteados – Tribal Air Fashion 22h30 / Desporto / Escola de Karaté de Delães 23h00 / Música / Grupo de Cavaquinhos do Liberdade F. C. Dia 16 (sábado) 15h00 / Dança / Associação Moradores do Complexo Habitacional de Lousado 16h00 / Atletismo a Brincar / Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão 17h00 / Colóquios/Debates 21h00 / Música / Banda de Música de Famalicão 21h30 / Mostra de Dança / Danças Club 22h00 / Desporto / Associação Portuguesa de Karaté Alex-Ryu-jitsu 23h00 / Concerto: SUBMARINE e ALISON BENTLEY Dia 17 (domingo) 15h00 / Musica / Associação Musical e Educativa de Fradelos 15h30 / Musica / Associação de Moradores das Lameiras 16h00 / Música / Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense 17h00 / Música / Centro Popular de Música do Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão 20h30 – Encerramento OUTRAS ACTIVIDADES RALLY PAPER CAA DIA 16 – SÁBADO 09H00 – Concentração no actual campo da feira 12h30 – Almoço convívio no recinto da Festa do Associativismo e Juventude Org: Clube Automóvel Antigo e Clássico de V. N. de Famalicão _________________________________________________ TÉNIS DE MESA DIA 16 SÁB E 17 DOM - TARDE Local: Recinto da Festa do Associativismo e Juventude Org: Associação Desportiva e Recreativa Outeirense Obs: Terá ao dispor mesas para a prática livre __________________________________________________________ III MEGA CONCENTRAÇÃO 4X4 DIA 16 - SÁBADO 14H00 – Concentração no Actual Campo da Feira Org: Club Aventura de Famalicão Obs: Participação Gratuita _______________________________________________________ MINI - BASQUETEBOL E XADREZ DIA 16 – SÁBADO - TARDE Local: Recinto da Festa do Associativismo e Juventude Org: Associação Teatro Construção Obs: Terá ao dispor tabelas para a prática livre ______________________________________________________________ PASSEIOS DE BTT DIA 16 – SÁBADO “Pelos Trilhos do Concelho” 13H30 – Concentração/Inscrições ----------------------- 14h00 Partida Dificuldade físico – técnica: Média/Alta DIA 17 – DOMINGO “Rota Camiliana” 09h00 – Concentração/Inscrições ------------------------ 09h30 Partida Dificuldade físico – técnica: Baixa Local: Concentração e partida para os passeios de BTT: junto à entrada principal do recinto – Stand Vento Norte Org: Associação Vento Norte – Departamento de BTT e Cicloturismo Obs: Passeios gratuitos Obrigatório uso de capacete _______________________________________________________________ I SUPER ESPECIAL DE V. N. DE FAMALICÃO DIA 17 – DOMINGO 15H00 – Ruas Circundantes do Parque da Juventude e Avenida de França
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Área de Exposição: Dia 15 (Sexta – Feira), das 19:00 horas à 01:00 hora; Dia 16 (Sábado), das 14:30 horas à 01:00 hora; Dia 17 (Domingo), das 14:30 horas às 20:00 hora. Área da Restauração: Aberta do dia 15 ao dia 17, das 11h30 à 01h00.

terça-feira, setembro 12, 2006

IV Festa do Associativismo e Juventude

.
Intervenção do Sr. Presidente da Câmara Municipal, na Conferência de Imprensa de apresentação da Festa do Associativismo e Juventude (11 de Setembro de 2006) Pelo quarto ano consecutivo, a Câmara Municipal organiza a Festa do Associativismo e Juventude de Vila Nova de Famalicão. É um espaço de convívio entre os jovens e também de divulgação e valorização das actividades das inúmeras associações existentes no concelho. Com esta festa, a realizar nos dias 15, 16 e 17 de Setembro, a Câmara Municipal valoriza o papel dos jovens e promove uma autêntica montra do trabalho desenvolvido por mais de uma centena de associações. Um trabalho de verdadeiro interesse público, nos planos desportivo, cultural e recreativo, entre outros, que constitui um factor de ocupação de milhares e milhares de jovens famalicenses. Um dos nossos objectivos é motivar e impulsionar cada vez mais o enorme trabalho, muitas vezes anónimo, dos nossos dirigentes associativos, o qual diz muito da força e da vitalidade das nossas colectividades e do nosso concelho. Um Município é uma grande comunidade que não é mais do que a soma de pequenas comunidades. São essas pequenas comunidades que vamos mostrar na Festa do Associativismo e Juventude. São comunidades que movimentam e ocupam milhares e milhares de jovens por todo o concelho. Jovens que, com o seu entusiasmo, a sua energia, a sua criatividade e até a sua irreverência são responsáveis pelo dinamismo e pela capacidade empreendedora do nosso movimento associativo. Esta festa, a par da Semana da Juventude, é apenas mais uma das muitas actividades que desenvolvemos ao longo do ano em favor dos nossos jovens. Entre muitas medidas e acções já lançadas pela Câmara Municipal, lembro o Cartão Jovem, que agora será alargado a benefícios nacionais e europeus; Lembro a reactivação de um Conselho Municipal da Juventude participado por todas as correntes de opinião; Lembro a publicação de um Guia de Recursos para a Juventude; Lembro a criação do Espaço Internet e a abertura de um Gabinete de Apoio aos Jovens no Museu Bernardino Machado; Lembro a recente edição de um guia com toda a oferta de formação profissional existente no concelho; Lembro a adesão ao programa nacional “Jovens Artistas Jovens”, que promove a criatividade cultural da nossa juventude. São acções e medidas como estas que demonstram a nossas preocupação com a juventude e com o futuro de Vila Nova de Famalicão. A Feira do Associativismo e Juventude 2006 ficará marcada pelo lançamento do novo cartão jovem, com benefícios e descontos mais alargados para os jovens com menos de 26 anos. Posso anunciar que o novo cartão consagra, pela primeira vez, descontos de 20 por cento em grande parte dos serviços municipais, facto que representa um enorme esforço da Câmara de Famalicão em favor dos jovens. São descontos de 20 por cento nas várias piscinas municipais; nos vários pavilhões municipais, na Casa das Artes; em concertos e outros espectáculos promovidos pelo Município; e na aquisição de publicações municipais. Como sabem, Famalicão foi a primeira Câmara do país a aderir formalmente ao novo Cartão Jovem Euro Sub-26. O novo documento, que irá reunir todas as vantagens do cartão jovem municipal e do cartão jovem nacional, começará a ser distribuído nesta Festa da Juventude. A partir do próximo dia 16, a substituição do Cartão Jovem Municipal pelo Cartão Jovem Euro Sub-26 será possível na própria Feira do Associativismo e Juventude, assim como será possível registar novas adesões. Posteriormente, os jovens poderão obter o novo cartão na sede do município, e em outras estruturas municipais do concelho. Espero que os jovens famalicenses aproveitem todas as vantagens do novo Cartão Jovem. Assim como espero que aproveitem esta IV edição da Festa do Associativismo, para assim demonstrarem a sua vitalidade e a sua disponibilidade para, em parceria com o Município, ajudarem a engrandecer Famalicão.

segunda-feira, setembro 11, 2006

Câmara Municipal delibera alienação parcial de património

.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, deliberou na sua reunião ordinária de 8 de Setembro, alienar parte do seu património habitacional. São 199 fogos dos 433 actualmente propriedade da autarquia. A proposta de alienação parcial deste património, resulta dos inúmeros pedidos para compra de fracções, por parte dos arrendatários, que conduziu à necessidade de se proceder a uma reflexão global sobre a temática e não meramente casuística. São porém diferentes os objectivos e as motivações que estiveram na base da proposta de alienação. Assim quanto ao património arrendado (Complexo Habitacional das Lameiras e de Lousado e Edifícios do Poído e da Ex-Fundação Salazar), com a venda do património, a autarquia visa:

  • Obter graus superiores de satisfação residencial. A propriedade de uma habitação é, para a esmagadora maioria da população portuguesa, um objectivo de vida, um sonho a prosseguir. A aquisição de uma habitação induz um sentimento de conquista, de realização pessoal e familiar, compreensivelmente, tanto mais acentuado quanto mais baixa for a condição económica. A passagem da condição de arrendatário à de proprietário não poderá deixar de se traduzir num aumento do grau de satisfação residencial.
  • Premiar a “ascensão social” dos moradores. A manutenção das famílias no lugar de origem, não só acabará por promover a convivência entre níveis socioeconómicos diferentes, como premeia a “ascensão social” dos moradores que à custa do trabalho, da poupança e da inexistência de infortúnios conseguiram amealhar o suficiente, para a preços sociais, adquirirem a sua própria habitação, servindo de “exemplo” a todas as demais. Além disso, ao evitar-se que a ascensão social, deva acarretar a mobilidade residencial, evitam-se ainda os fenómenos de desenraizamento advindos dessa ascensão social, sobretudo quando se criaram fortes relações de amizade e de boa vizinhança e em muitos casos se ampliaram os laços de familiaridade.
  • Aumentar os graus de responsabilização individual e colectiva na gestão dos aglomerados habitacionais. Inevitavelmente a mudança da qualidade de arrendatário para a de senhorio, conduz a um maior sentido de responsabilidade, de cuidado e zelo, daquilo que lhe pertence em particular, mas que pertence em comum com todos os outros.

Já relativamente ao património devoluto situado nos Loteamentos Municipais do Pinheiral e Quinta do Passal, são objectivos da autarquia:

  • Evitar a violação da legítima expectativa dos primitivos adquirentes;
  • Prosseguir a concretização do desejável princípio da propriedade homogénea.

Da totalidade dos 199 fogos a alienar, apenas 18 destes estavam já na posse da Câmara Municipal, antes da coligação eleitoral PSD/PP começar a liderar os destinos do município. Todos os complexos habitacionais, onde se inserem os fogos actualmente arrendados e que a autarquia autorizou a sua venda, foram ou estão a ser objecto de obras de beneficiação envolvendo a quantia de 1.435.434,60 €. De fora das intenções camarárias, ficam as fracções habitacionais, propriedade do município, na “Urbanização da Cal” (Calendário), “Urbanização Moinhos de Vento” (Fradelos), “Urbanização das Austrálias” (Requião) e “Urbanização da Gábila” (Gavião), ambas em fase final de construção, Bloco 15 do Covelo (Calendário) e Bairro de S. Vicente (Gavião).

domingo, setembro 10, 2006

Cartão Jovem Municipal Euro<26

.
A partir de 16 de Setembro, os Jovens Famalicenses poderão usufruir do Cartão Jovem Municipal Euro<26. Depois da experiência-piloto do Cartão Jovem Municipal, criado em 2003, e que actualmente beneficia cerca de 1230 jovens, a Câmara Municipal avançou para o Cartão Jovem Municipal Euro<26, tornando-se o primeiro município do país a formalmente aderir a este novo projecto. A proposta foi aprovada na reunião do executivo camarário da passada quarta-feira, dia 08 de Setembro, e passará agora pela celebração de um acordo de colaboração com a Movijovem, entidade gestora do Cartão Jovem Nacional “clássico”, tutelada pelo Secretaria de Estado do Desporto e Juventude, que aliás, ocorrerá durante a IV Festa do Associativismo e Juventude. O Cartão Jovem Municipal Euro<26, aglutinará num só documento, o Cartão Jovem Municipal e o Cartão Jovem Nacional, partilhando vantagens entre os utilizadores de ambos cartões e, optimizando a sua gestão, benefícios e serviços inerentes. A partir de agora, os Jovens Famalicenses passarão a usufruir, com o Cartão Jovem Municipal, de todas as vantagens do Cartão Jovem Nacional, que simultaneamente concede um conjunto de benefícios em vários países europeus. Actualmente mais de três milhões de jovens europeus usufruem dos benefícios advindos das mais de duzentas mil empresas aderentes. As vantagens do actual Cartão Jovem Municipal, transitarão para o Cartão Jovem Nacional e assim, acessíveis também a todos os utilizadores do Cartão Jovem Nacional “clássico”, os descontos e benefícios oferecidos pelas empresas Famalicenses que até à data se associaram ao Cartão Jovem Municipal Famalicense. As vantagens oferecidas pelo Município de Vila Nova de Famalicão, nomeadamente, 20% de desconto na utilização de Infra-estruturas desportivas do município, 20% de desconto na bilheteira da Casa das Artes, 20% de desconto em concertos e espectáculos promovidos pelo município e publicações municipais, serão exclusivas aos titulares do Cartão Jovem Municipal de Vila Nova de Famalicão.
A substituição do actual Cartão Jovem Municipal pelo novo cartão, para os utilizadores ainda válidos, será assegurada pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, de modo absolutamente gratuito para os interessados.

quarta-feira, setembro 06, 2006

1ª Super Especial Slallon de Vila Nova Famalicão

.
Vila Nova de Famalicão, vai ser palco de mais uma prova do desporto automóvel. Numa iniciativa pioneira, da responsabilidade da Secção de Desportos Motorizados do Futebol Clube de Porto a que a Câmara Municipal se associa por intermédio dos seus pelouros do Desporto e da Juventude, as ruas contíguas à zona desportiva da cidade, vão servir para a realização da 1ª Super Especial Slallon de Vila Nova Famalicão. Será uma prova desportiva, onde a competição se aliará ao puro divertimento, congregando várias gerações e carros de campeonatos muito diversos. O evento que se insere na programação da Festa do Associativismo e da Juventude, ocorrerá na tarde de Domingo, do dia 17 de Setembro.

Autarquia obriga concessionária à redução de preços

.Na sequência da entrada em vigor de nova legislação que obriga a que, nos estacionamentos de curta duração, até vinte e quatro horas, o preço a pagar pelos utentes seja fraccionado, no máximo, em períodos de quinze minutos, a Câmara Municipal rejeitou a proposta apresentada inicialmente pela Parq F – Parques de Estacionamento de Famalicão, SA, na qualidade de entidade titular, em regime de concessão, do Parque de Estacionamento da Alameda Cónego Joaquim Fernandes. A proposta inicial, contendo o novo regime tarifário, não foi aceite já que o novo preço, a praticar na primeira hora, excedia os valores máximos que a concessionária era livre de praticar nos termos do clausulado do Contrato de Concessão, outorgado em 27 de Agosto de 1999. Nos termos contratuais e pela aplicação dos índices IPC, verificados desde 1999 até ao corrente ano, resultaria que o preço máximo a praticar na primeira hora seria de 0,74 €, IVA já incluído e não os 0,90 € então propostos. Na segunda proposta, aprovada pelo executivo camarário na sua reunião de 18 de Agosto, a concessionária viu-se compelida a reduzir aquele valor, que fruto do arredondamento aplicado (+ 0,01 €), foi fixado em 0.75 €. Quanto às demais horas, os preços propostos respeitam a liberdade de determinação do preço constante no Contrato de Concessão, estando em alguns casos, mesmo abaixo desses limites máximos

Reabilitação do Complexo Habitacional de Lousado

.

No passado dia 28 de Agosto, a Câmara Municipal assinou o auto de consignação das obras de reabilitação deste complexo habitacional que contempla 67 fogos e um centro de serviços. Prosseguindo uma política de melhoria continuada, visível e programada dos conjuntos habitacionais propriedade da autarquia, uma das preocupações constantes do Programa Municipal “Mudar de Casa, Mudar de Vida”, a empreitada adjudicada à empresa Andrade & Almeida - Construções, Lda., pelo valor de 404.876,43 €, com a duração de 365 dias, vai passar pela criação de três casas do lixo, um arrumo de apoio à manutenção dos espaços exteriores, recuperação do parque infantil, reabilitação das fachadas, dos muros de vedação dos logradouros e substituição integral das coberturas. Com esta intervenção, o Complexo Habitacional de Lousado que desde 1984, data do início da sua ocupação, não sofria obras profundas de melhoramento, ganhará uma outra funcionalidade em termos dos seus espaços exteriores e verá travado o progressivo aspecto geral de deterioração. Além disso, cada um dos seus fogos obterá outra qualidade habitacional já que com esta intervenção se porá termo às inúmeras e infindáveis infiltrações que se vinham registando, conseguindo-se obter, inclusive, pelas soluções adoptadas melhores índices de desempenho em termos de isolamento térmico de cada uma das suas casas.
Este conjunto de obras vem somar-se a um outro conjunto de investimentos de recuperação urbanística levados a efeito neste complexo habitacional e que no ano transacto atingiram o valor global de 80.483,01 €. Ainda no Complexo Habitacional de Moradores, merece destaque os Acordos de Colaboração que vem sendo celebrados desde 2002 e que envolveram a transferência financeira global de 26.367.00 €, acordos estes que visam aumentar o grau de participação das Associações de Moradores na gestão do parque habitacional do Município, assente na responsabilização colectiva e no envolvimento de todos os seus actores. O acto solene da assinatura do auto de consignação da empreitada foi ainda marcado pelo anúncio camarário do reforço do recursos humanos destinado ao acompanhamento social do complexo, com a iniciação de funções, logo no inicio do mês de Setembro, de mais uma assistente social e um animadora sócio-cultural. Até esta data o acompanhamento social era feito apenas pela técnica do atendimento centralizado da Segurança Social.