quarta-feira, janeiro 31, 2007

Lutas Académicas e Estudantis

.
O ciclo de conferências dedicado às “Lutas Académicas e Estudantis: do Liberalismo ao Estado Novo” regressa na próxima sexta-feira, dia 2 de Fevereiro, pelas 21h30, ao Museu Bernardino Machado, de Vila Nova de Famalicão. O “Republicanismo Radical e Movimento Estudantil 1890 – 1891” dá o mote para mais uma conferência, que, desta vez, contará com a presença do orador convidado, Sérgio Campos Matos, professor de História Contemporânea na Faculdade de Letras de Lisboa desde 1985, onde se doutorou em 1995. Sérgio Campos Matos irá abordar os episódios políticos que envolveram as manifestações estudantis, entre o período de 1890 a 1891, em Portugal. O conferencista coordena, actualmente, o projecto de investigação “Manuel de Arriaga, primeiro Presidente da República Portuguesa”, apoiado pela Assembleia da República e pela Direcção Regional da Cultura dos Açores. Além disso, integra também o projecto internacional “European Science Foundation, Representations Of The Past: National Histories In Europe” e o Núcleo de colaboradores do Dicionário histórico “Del Lenguage Político Y Social En Iberoamérica”, dirigida por Javier Fernández Sebastián da Universidade del País Vasco, Bilbao. Do seu currículo, faz parte a publicação de diversos trabalhos como “História, Mitologia, Imaginário Nacional” (1895-1939), Lisboa, 1990 e “Historiografia E Memória Nacional No Portugal Do Século XIX” (1846-1898), Lisboa, 1998. Tem coordenado diversas obras colectivas e a edição de textos históricos de que é exemplo “O Centenário da Índia” [1898] e “A Memória Da Viagem De Vasco Da Gama (séculos XV a XX)”, Lisboa, 1998; “Correspondência Política de Manuel de Arriaga”, Lisboa, 2004, entre muitos outros. Refira-se que o ciclo de conferências dedicado às lutas académicas é organizado pela Câmara Municipal de Famalicão, através do Museu Bernardino Machado, e irá decorrer até 2008, passando em revista, e de forma cronológica, alguns dos mais importantes episódios dos movimentos estudantis, que eclodiram em várias cidades portuguesas, nos séculos XIX e XX, contando para isso com a presença dos mais prestigiados conferencistas nacionais. OBS: Noticia extraída do site da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão

As "Quartas do Povo"

.

O Jornal O Povo Famalicense”, leva a cabo no dia de hoje, pelas 21.00 horas, no Salão Nobre da Associação Comercial de Vila Nova de Famalicão, o seu debate mensal as “QUARTAS DO POVO”, desta feita subordinada ao tema “FUTEBOL CLUBE DE FAMALICÃO: EXTINÇÃO À VISTA?”.

São intervenientes convidados para o debate, José Martins, Presidente do Futebol Clube de Famalicão e Jorge Paulo Oliveira, Vereador do Pelouro do Desporto.

A entrada é livre.

domingo, janeiro 28, 2007

Nova Lei de Bases do Desporto obriga à retirada de propostas

.
A nova Lei de Bases da Actividade Física e do Desporto, publicada no passado dia 16 do corrente mês, motivou a retirada e ou o não agendamento de um conjunto de apoios financeiros a diversas colectividades desportivas do concelho, mais concretamente ao Futebol Clube de Famalicão, Grupo Desportivo de Ribeirão, Grupo Desportivo de Joane, Associação Desportiva Oliveirense, Famalicense Atlético Clube, Riba de Ave Hóquei Clube, Académico Voleibol Clube e Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão. O novo diploma – Lei nº 5/2007, de 16 de Janeiro – impôs novas regras e restrições no âmbito da concessão de apoios financeiros por parte das autarquias locais à actividade física e do desporto que, por motivos diversos, aquelas propostas, elaboradas antes da publicação do diploma legal, não respeitavam. Sinteticamente, a nova Lei de Bases da Actividade Física e do Desporto, obriga a que todos os apoios ou comparticipações financeiras, sejam titulados por contratos-programa de desenvolvimento desportivo; imediata suspensão de benefícios financeiros decorrentes de qualquer contrato-programa em curso, sempre que se verifique incumprimento das obrigações fiscais ou para com a segurança social, por parte das colectividades beneficiárias; proibição de celebração de novos contratos-programa enquanto perdurar tais incumprimentos; impossibilidade dos clubes que disputam competições profissionais receberem apoios financeiros, salvo destinados à construção de infra-estruturas. Os eventos desportivos, por seu turno, só podem receber apoios financeiros das autarquias desde que previamente reconhecidos como de interesse público pelo membro de Governo responsável pela área do desporto.

Passe "Sénior Feliz"

.
Os idosos de Vila Nova de Famalicão, com idade igual ou superior a 65 anos, vão poder viajar por todo o concelho a preços bastante reduzidos, nos transportes públicos rodoviários de passageiros. A medida resulta da criação do Passe Sénior Feliz, aprovado por maioria na última reunião do executivo municipal (24 de Janeiro). A partir de 1 de Março, por apenas 6,75 euros mensais (o valor global do passe Sénior Feliz é de 13,50 euros, sendo comparticipado em 50% pela autarquia), os idosos podem viajar as vezes que quiserem, em qualquer uma das operadoras de transportes públicos urbanos e interurbanos (TUF, ARRIVA, REDM e LANDIM/PACENSE). A proposta surge na sequência da política de valorização dos seniores famalicenses que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão tem desenvolvido no concelho e que tem elevado de forma significativa a sua qualidade de vida. Em simultâneo, esta mesma solução servirá como uma alavanca financeira de ajuda aos Transportes Urbanos de Famalicão (TUF), empresa de transportes públicos que presta um serviço público e social essencial. Não obstante os louváveis propósitos que conduziram à criação dos Transportes Urbanos de Famalicão, em 1997, a verdade é que fruto de circunstâncias várias, os objectivos que se pretenderam atingir com a sua criação não foram totalmente conseguidos. Há muito tempo que é manifesta a sua reduzida procura, facto que retira rentabilidade à empresa, hoje deficitária, a frota está totalmente envelhecida e a qualidade de serviço deteriora-se todos os dias. O encerramento da empresa torna-se inevitável. Através desta medida de largo alcance social, já em execução em outros municípios, garante-se assim a sobrevivência desta empresa, cuja funcionalidade se revela primordial, tendo em conta a necessidade de se manterem os postos de trabalho, para além dos efeitos positivos que resultam da sua existência: alívio da densidade de trânsito citadino, maior mobilidade das populações, melhor eficiência do transporte dos estudantes dos diversos estabelecimentos de ensino. Em contrapartida, os TUF ficam obrigados a no prazo de um ano, renovar totalmente a sua frota, para que definitivamente todos os autocarros actualmente ao seu serviço deixem de ser utilizados nas carreiras da mesma e não manter ao seu serviço até ao final da concessão, renovado automaticamente por mais cinco anos, autocarros com idade superior a 20 anos.

Requerida declaração da utilidade pública da expropriação para a Casa da Juventude

.
A Câmara Municipal deliberou por unanimidade, na passada quarta-feira, requerer a declaração da utilidade pública da expropriação do direito ao arrendamento que a sociedade Alves & Barbosa, Lda, tem sobre parte do rés-do-chão do Edifício da Família Sousa Fernandes, sito na Rua Adriano Pinto Basto. O prédio foi adquirido em 28 de Dezembro de 2000 com a finalidade de aí ser implantada a Casa da Juventude, mas a existência de um estabelecimento de venda e comercialização de café e outros produtos, tem inviabilizado a concretização desta infra-estrutura. A declaração da utilidade pública agora requerida, tem precisamente em vista a necessária desocupação daquele espaço, visto não ter sido possível chegar a qualquer entendimento nos anteriores contactos estabelecidos com a arrendatária. O Perito da lista oficial do Ministério da Justiça, nomeado para avaliar o montante da indemnização à arrendatária, calculou em 153.144,00 o valor do montante a suportar com a expropriação.

quinta-feira, janeiro 25, 2007

Apoio a Estratos Sociais Desfavorecidos

.

No desenvolvimento do Programa Municipal “Mudar de Casa, Mudar de Vida”, na vertente de Apoio a Estratos Sociais Desfavorecidos em Matéria Habitacional, a Câmara Municipal deliberou na sua reunião de ontem, conceder a três famílias comparticipações financeiras a fundo perdido, no montante de 5.000,00 € a cada uma, tendo por objectivo a melhoria das condições básicas de habitabilidade:

  • Beatriz Reis da Cruz Loureiro (Fradelos)
  • Aida da Silva Rodrigues (Telhado)
  • Virgínia Carvalho Mendes (Vale S. Cosme)

Contas da IV Festa do Associativismo e Juventude

.
O Relatório de Contas da IV Festa do Associativismo e da Juventude, que integram as Contas da XXIII Feira do Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão, foram ontem unanimemente aprovadas pelo executivo camarário, apresentando um saldo positivo de 856.93 €. A IV Festa do Associativismo e da Juventude, que se realizou de 15 a 17 de Setembro de 2006, teve como principal objectivo divulgar o trabalho realizado pelas colectividades existentes no município, bem como apoiar o desenvolvimento das mesmas, dando continuidade a um projecto que indiscutivelmente se apresenta como uma mais valia para o movimento associativo de Vila Nova de Famalicão. O programa de animação cultural e desportiva esteve muito preenchido, com mais iniciativas de que nos anos anteriores, o que veio a dar uma outra dinâmica a um programa bastante diferenciado e representativo da vivência do mundo associativo. Da edição de 2006 saliente-se a Super Especial Automóvel que trouxe até à cidade milhares de aficionados do desporto motorizado.

Câmara mantém Acordo de Colaboração com as Lameiras

.
A Câmara Municipal deliberou ontem, por unanimidade, manter o Acordo de Colaboração com a Associação de Moradores das Lameiras, relativo à gestão daquele que é o maior complexo habitacional social do município, numa parceria que remonta a 20 de Maio de 2004, data em que titularidade do mesmo passou para o Município, na sequência da assinatura do “Auto de Cessão” com o extinto IGAPHE. Tal como nos anos anteriores, no âmbito deste renovado Acordo, para o ano de 2007 e em conformidade com um Plano Global de Acção, são acometidas responsabilidades à Associação de Moradores em matéria de Intervenção Social e de Conservação e Reabilitação Habitacional e das Infra-Estruturas, comprometendo-se a autarquia a transferir mensalmente a quantia de 8.972,00 €. A área da Intervenção Social será prosseguida pelo Gabinete Social daquele complexo, que terá a missão de desenvolver um conjunto de actividades que visam apoiar os residentes do complexo, a nível social e habitacional, ajudando-os a tornarem-se sujeitos activos e participativos no exercício dos seus deveres e na defesa dos seus direitos.
.
De entre as várias acções programadas destacam-se as de informação e esclarecimento seguidas de debates sobre temas como a toxicodependência, violência, alcoolismo, saúde ambiental; Apoio e encaminhamento dos moradores para entidades que possibilitem a resolução dos problemas sempre que transcendam o âmbito do Gabinete; Consciencialização dos moradores para a importância da conservação e manutenção do edificado; Promoção de acções de carácter cultural e recreativo; Promoção de iniciativas de pedagogia para pagamento de rendas e Apoio ao nível de obras de conservação e higienização das habitações. Já ao nível da Conservação e Reabilitação Habitacional e das Infra-Estruturas, o Acordo aponta para a substituição de “lajetas” deterioradas em todos os patamares; Substituição e colocação de telhas partidas, impermeabilizações diversas, pinturas e serviços de limpeza; Reparações de avarias em tubagens de água e sistema colectivo de TV, substituição de lâmpadas e acerto de relógios temporizadores; Arranjo de passeios e jardins; Manutenção do parque infantil e campo de jogos; Substituição de árvores e reformulação de canteiros de relva; Manutenção dos dois elevadores existentes; Continuação da revisão do sistema exterior de “bardage” e programação das intervenções por blocos, Reparação e substituição de caixas de conduta dos cabos telefónicos e de electricidade; Revisão e manutenção do sistema de exaustão e Reparação de diversas situações pontuais degradadas e outras provocadas por vandalismo. O desenvolvimento desta parceria tem produzido importantes benefícios para a população das Lameiras quer ao nível social, quer ao nível da manutenção do Edifício, demonstrando na prática uma boa gestão habitacional, dada a proximidade entre a estrutura física e organizacional da Associação de Moradores De igual modo, tem vindo esta parceria a dar sentido prático à defesa do entendimento, sucessivamente reafirmado pela autarquia, de que a gestão dos parques habitacionais públicos tem de assentar na responsabilização colectiva e no envolvimento de todos os seus actores, aliada à certeza de que a obtenção de graus superiores de eficácia, em termos de agilização de procedimentos e celeridade de decisões, se obtém pela maior proximidade dos decisores em relação aos bens a gerir.

quarta-feira, janeiro 24, 2007

Resolução Final do 1º Congresso das Câmaras Geminadas

.
A adopção de um modelo de cooperação descentralizado, consertado e consensualizado entre os governos de Portugal e Cabo Verde e os municípios geminados, assente na repartição equitativa de responsabilidades, foi uma das várias conclusões e recomendações saídas do 1º Congresso das Câmaras Geminadas Luso-Cabo-verdianas, que decorreu no passado fim-de-semana, na cidade de Mindelo, em Cabo Verde, numa organização conjunta Associação da Nacional de Municípios de Caboverdianos (ANMCV), e a congénere de Portugal (ANMP).Salientando “excelência do relacionamento” político e institucional entre as duas Associações de Municípios e o seu reflexo na dinâmica de cooperação entre Portugal e Cabo Verde, o Congresso aprovou as seguintes conclusões:
  • Recomendar a avaliação de dois em dois anos dos protocolos de geminação, e sua consequente actualização;
  • Regulamentar por diploma as competências dos municípios na cooperação descentralizada;
  • Prosseguir a dinamização dos Acordos de Geminação existentes, como instrumentos privilegiados da cooperação descentralizada intermunicipal entre as Autarquias dos dois países;
  • Incentivar a constituição de novos vínculos geminatórios entre os Municípios de ambos os países e conjuntamente com outras colectividades territoriais dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, neles integrando novas temáticas e adequando-os à realidade presente;
  • Pugnar pela criação de uma estrutura de cariz político-institucional, composta por eleitos locais de Portugal, dos países de língua portuguesa e Timor-Leste, capaz de, no futuro, integrar a CPLP;
  • Apoiar nas diligências e contactos internacionais com vista ao reconhecimento de Cabo Verde como parceiro privilegiado da União Europeia;
  • Sugerir aos respectivos governos nacionais apoio conjunto e co-financiamento a Programas Específicos de Cooperação Descentralizada envolvendo municípios dos dois países;
  • Eleger como áreas prioritárias de cooperação a gestão sustentável dos recursos naturais, a escolaridade básica, a educação, a cultura e apoiar segundo o principio da reciprocidade, as estruturas universitárias representativas dos cidadãos de cada um dos Estados;
  • Dar corpo a medidas e iniciativas no âmbito da INCLUSÃO SOCIAL, nomeadamente para proporcionar o acesso aos Programas de Habitação Social, integração das comunidades nas sociedades locais, desburocratizar e isentar de custos os processos de concessão de Vistos, isentar de Taxas Alfandegárias os equipamentos afectos à implementação de projectos, incentivar intercâmbios juvenis através de famílias ou estruturas de acolhimento em cada um dos Estados, apoiar a realização de estágios profissionais no âmbito das atribuições e competências dos municípios, entre outros;
  • Desenvolver mecanismos de articulação das acções entre os diferentes municípios geminados para melhor rentabilizar esforços e meios, agindo em rede e em complementaridade.

quinta-feira, janeiro 18, 2007

I Congresso das Câmaras Luso-Cabo-Verdianas Geminadas

.
Sob os auspícios das Associações Nacionais de Municípios de Portugal e Cabo Verde, a cidade de Mindelo, geminada com Vila Nova de Famalicão recebe amanhã e sábado, o Congresso de Municípios Geminados, evento em que participa a autarquia famalicense. As temáticas do Congresso incidirão sobre a “Situação actual das geminações e as novas perspectivas que se abrem”; “As Geminações e a Inclusão Social”; “Centro de Formação e Produção de Cartografia e Cadastro/ Sua Implementação”; “Simplificação de Procedimentos e Circuitos”; “Os Sistemas de Certificação de Qualidade e a Sua Aplicação na Administração Autárquica”. A cerimónia de abertura contará com as presenças do Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, do Ministro português dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, e da presidente da Câmara do Mindelo, Isaura Gomes. A sessão de encerramento, será presidida pelo ministro da Descentralização e Ordenamento do Território, Ramiro Azevedo, na qual serão aprovadas as resoluções dos Congresso.

Casas à Medida, Moradas de Afectos

.
A Associação Portuguesa de Habitação Municipal (APHM) organização que integra os serviços municipais promotores de habitação social, e que tem como principal objectivo a troca de experiências e, a partir delas, a implementação de uma política de habitação social municipal de qualidade que promova o bem estar entre os cidadãos mais carenciados, vai dinamizar o "Seminário de Habitação Social Municipal", que decorrerá no próximo dia 26 de Janeiro, na cidade de Évora. Do vasto programa do seminário destaque para as temáticas da “Universidade e a Habitação Social – Pontes”, “Renda Apoiada, Gestão Social e Gestão Habitacional” e “Realojamento em Zonas Problemáticas”. A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão aderiu à APHM em 2003 e desde 2006, o vereador da habitação integra a Direcção da associação, presidida por Marco Almeida, Vereador da Câmara Municipal de Sintra. A restante direcção é composta por Manuel Melgão, vice-presidente da Câmara Municipal de Évora, Sara Mansinho, vice-presidente da Câmara Municipal de Tavira e Francisco Ribeiro, Presidente do Conselho de Administração da GEBALIS.

segunda-feira, janeiro 15, 2007

Prémio Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão

.
.
Jorge Felgueroso Villaverde, residente da cidade espanhola da Corunha, foi o vencedor do Prémio Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, ao ter sido considerado o melhor aluno do quinto ano, do curso de Arquitectura, da Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão. O Prémio, no valor de 500 euros, criado no âmbito do protocolo de colaboração celebrado entre o município e a Universidade Lusíada, em 15 de Novembro de 2002, foi entregue este fim-de-semana por Armindo Costa, presidente da autarquia, no decurso da sessão solene de Entrega de Diplomas aos novos licenciados e pós-graduados daquela instituição de ensino superior, do ano lectivo 2005-2006, que decorreu na Casa das Artes. Além da criação deste prémio, o Protocolo de Colaboração em referência, destinado a dinamizar os laços de cooperação entre a esfera autárquica e a académica, de modo a promover o desenvolvimento e o ordenamento do território, como dimensão basilar do desenvolvimento sustentado, contempla a obrigatoriedade do município possibilitar aos finalistas e recém-licenciados a participação em acções de formação por si promovidas, disponibilizar a cartografia e planos de ordenamento territorial, apoiar a realização de trabalhos de projectos a desenvolver pelos alunos finalistas do curso de arquitectura, bem como trabalhos de estágio. Foto: Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão

Famalicão acolheu Circuito Nacional de Badminton

.
Cerca de 200 atletas, representando 20 clubes, passaram pelo Pavilhão Municipal, num evento organizado pela Federação Portuguesa de Badminton, Associação de Badminton do Norte e Famalicense Atlético Clube, com o apoio do Pelouro do Desporto da Câmara Municipal. O FAC, onde a modalidade é praticada há 26 anos, contando com vários títulos nacionais e inúmeras passagens de atletas seus pelas Selecções Nacionais, obteve resultados positivos nesta ronda, contrastando com os anteriormente alcançados em Coimbra, Leiria e Parchal, onde apenas merece destaque o 1º lugar alcançado em Leiria por Inês Bastos (infantis), no quadro de qualificação de singulares senhoras, infantis tendo disputado a final absoluta que não venceu, mas que esteve muito próxima (parciais de 21/19 e 21/17) Não sendo nestas categorias onde o FAC se revela mais forte, o que se verifica nos juvenis e juniores, desta feita, Inês Bastos (infantis) venceu o seu escalão em singulares senhoras, Manuel Bastos (iniciados) foi à final em pares homens, e Anna Nápoles (iniciados) obteve o 3º lugar em singulares senhoras. O Circuito Nacional de Benjamins, Infantis e Iniciados prosseguirá com mais duas rondas Mafra (10 e 11 de Fevereiro) e Espinho (15 e 15 Abril). Vila Nova de Famalicão, por seu turno, voltará a receber mais uma ronda do Circuito Nacional de Badminton, para as categorias de Juniores, Juvenis e Veteranos, no fim-de-semana de 24 e 25 de Fevereiro.

sábado, janeiro 13, 2007

"No País dos Pensadores ..."

.
Abraão Costa apresentou publicamente, ao final da tarde de ontem, o seu segundo livro “No País dos Pensadores – Laboratório de Jogos”. O evento que decorreu no auditório da Escola Profissional Cior, contou com a presença de largas dezenas de alunos do curso profissional de Animação SocioCultural daquele estabelecimento de ensino, bem como da Didáxis, numa cerimónia apadrinhada pelo professor Bessa Luís, que fez a apresentação da obra, Amadeu Dinis, Director da CIOR, Jorge Faria, Presidente da Associação de Moradores das Lameiras, Pompeu Martins, Delegado Regional do Instituto Português da Juventude e Jorge Paulo Oliveira, Vereador da Juventude. O Livro agora apresentado é o resultado das experiências vividas e partilhadas no âmbito do Projecto “Sinal+Europa”, desenvolvido pela Associação de Moradores das Lameiras, através da sua Plataforma Juvenil e em parceria com o Instituto Português da Juventude e o Programa Juventude da União Europeia. O Projecto “Sinal+Europa”, teve como objectivo sensibilizar os jovens para as questões da cidadania europeia a começar na pré-primária até atingir a idade adulta. Através de meios simples e didácticos pretendia-se desenvolver uma cultura que levasse os jovens a gostar da Europa pela positiva. “Abraão Costa é, actualmente, Director e Docente do Curso de Animação SocioCultural da Cooperativa de Ensino Didáxis, em Riba D´Ave, Famalicão. Com uma grande experiência na área da Animação e do Associativismo, já coordenou diversos projectos na área da Intervenção SocioEducativa e Comunitária. Foi, durante vários anos o Educador Social responsável pelo Centro de Animação Juvenil da AML, no Complexo de Habitação Social das Lameiras, em Famalicão e mais recentemente trabalhou no Projecto Despertar, do Programa Progride, em Guimarães, desenvolvido pela Associação Sol do Ave. É actual Coordenador do Movimento do Apostolado de Adolescentes e Crianças de Braga e depois de «Cavaleiros do Poder», esta é a sua segunda obra” (in, No País dos Pensadores – Laboratório de Jogos). Imagem: O Povo Famalicense, nº 363 (www.opovofamalicense.com)

quarta-feira, janeiro 10, 2007

Alterada a localização de Táxis, no regime de estacionamento fixo

.
A Câmara municipal concluiu os estudos conducentes à definição e actualização das Praças de Táxi do concelho, no regime de estacionamento fixo, aprovando na sua reunião de hoje, significativas alterações às suas actuais localizações, fase que antecede a colocação da respectiva sinalização identificativa, horizontal e verticalmente. Actualmente, na área do município de Vila Nova de Famalicão, coexistem dois regimes de estacionamento, um condicionado, no núcleo urbano de Vila Nova de Famalicão e nas Vilas de Joane, Riba de Ave e Ribeirão e outro fixo, correspondente às freguesias de Bairro, Bente, Carreira, Castelões, Cruz, Delães, Fradelos, Gondifelos, Landim, Lousado, Mogege, Nine, Oliveira S. Maria, Oliveira S. Mateus, Pedome, Portela, Pousada de Saramagos, Requião, Ruivães, Seide S. Miguel, Telhado, Vale S. Cosme, Vale S. Martinho, Vermoim e Vilarinho das Cambas. Dado o lapso de tempo decorrido sobre a anterior definição das Praças de Táxi nestas freguesias, que remonta à década de 70, quando esta era uma competência da Direcção Geral de Transportes Terrestres; o aparecimento de novas centralidades; de novos equipamentos de transportes, saúde, educativos, culturais, desportivos; de novas acessibilidades; da concretização de obras de reabilitação urbana, entre muitas outras, impunha-se que se reequacionasse a localização das 36 praças, dispondo de 42 lugares de táxi, espalhadas por aquelas 25 freguesias, procurando soluções que melhor pudessem servir as populações e os próprios taxistas. O estudo, que contou com a colaboração das Juntas de Freguesia e dos profissionais de táxi com interesse naquelas Praças, aponta para a manutenção, nos exactos locais onde actualmente se encontram, de apenas sete delas, extinção de outras cinco, sendo os seus lugares incorporados em praças existentes na mesma freguesia, transferência de quinze para novos locais e ajustamentos pontuais nas restantes nove.

Universidade Junior 2007

.
A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão voltará a repetir, em 2007, as parcerias estabelecidas nos dois anteriores anos com a Universidade do Porto, no âmbito da iniciativa promovida por esta e denominada “Universidade Júnior”. A decisão foi tomada, na reunião de hoje, do executivo camarário por proposta do Pelouro da Juventude. A “Universidade Júnior” tem por objectivo abrir as portas das faculdades e centros de investigação, colocando-os à disposição dos jovens do Ensino Básico (2º e 3º Ciclos) e Secundário, estimulando-os para o ensino universitário no campo das Ciências, Letras e as Artes. Durante as férias escolares de Verão, os jovens aderentes à “Universidade Júnior” têm a possibilidade de participar em projectos de elevada qualidade científica, desenvolvidos pelas diversas faculdades, que resultem na aquisição de conhecimentos efectivos, mas também ajudando-os a estruturar os seus processos de exploração profissional. Em 2006, a 2ª edição da “Universidade Júnior” acolheu mais 4.000 jovens, entre eles cento e um famalicenses. A parceria a estabelecer com a Universidade do Porto, funciona nos moldes das anteriores, comprometendo-se a autarquia a proceder à divulgação do programa junto das diversas Escolas do Município e apoiar os jovens munícipes interessados em frequentar as actividades da Universidade Júnior, pela oferta de transporte gratuito entre Vila Nova de Famalicão e as Faculdades da Universidade do Porto, onde irão decorrer as actividades.

Êxitos do Grupo Desportivo de Natação e do Famalicense Atlético Clube assinalados

.
A Câmara Municipal assinalou, na sua reunião de hoje, os recentes êxitos alcançados pelo Grupo Desportivo de Natação de Vila Nova de Famalicão (GDNVNF) e do Famalicense Atlético Clube (FAC), aprovando por unanimidade dos presentes, votos de Louvor e de Congratulação. O GDNVNF, pelo desempenho dos seus atletas nos Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão Masculina e 2ª Divisão Feminina, disputados no fim-de-semana de 16 e 17 de Dezembro de 2006, nas piscinas municipais de Santo António dos Cavaleiros, em Loures. O GDNVNF obteve a sua melhor classificação de sempre, ao sagrar-se vice-campeão nacional da 2ª Divisão Feminina, atrás do Clube de Futebol Os Belenenses, posição que lhe garantiu a subida à 1ª Divisão, a elite da natação nacional. Já no campeonato nacional da 1ª Divisão Masculina, o GDNVNF alcançou um prestigiante quarto lugar, atrás dos consagrados Sport Algés e Dafundo, Clube Fluvial Vilacondense e apenas a um ponto do 3º classificado, o Clube de Natação da Amadora e à frente dos históricos Futebol Clube do Porto, Colégio Vasco da Gama, Sporting Clube de Portugal e SFUA da Cova da Piedade. Com estes resultados, o GDNVNF passou a fazer parte do grupo muito restrito dos três clubes nacionais que têm a equipa masculina e feminina, na 1ª Divisão Nacional. Por seu turno o FAC, sagrou-se campeão distrital na categoria de Iniciados do campeonato distrital da Associação de Patinagem do Minho quando ainda se encontra por cumprir a última jornada, a realizar no próximo dia 14 de Janeiro. Em 13 jogos a equipa de iniciados alcançou igual número de vitórias, apontando 137 golos e sofrendo apenas 24. Fruto deste título, os Iniciados do Famalicense Atlético Clube vão agora disputar o nacional da categoria. .
Foto - Federação Portuguesa de Natação: http://www.fpnatacao.pt/

domingo, janeiro 07, 2007

47º Aniversário do Operário Futebol Clube

.
José Gomes, Presidente do Operário Futebol Clube à conversa com Armindo Costa, Presidente da Câmara Municipal, no dia da inauguração do Salão Polivalente daquela colectividade (23 de Setembro de 2005)
O Operário Futebol Clube, assinalou ontem a passagem do 47º aniversário da colectividade, com um jantar na sua sede social, que reuniu em alegre e animado convívio, dirigentes, atletas, sócios, simpatizantes, patrocinadores e convidados, entre eles o representante da Associação Futebol de Braga e o Vereador do Desporto, o qual ficou marcado pelo discurso do Presidente da Direcção, José Gomes, que visivelmente emocionado e ao completar 20 anos à frente dos destinos da Instituição, anunciou não voltar a recandidatar-se ao cargo. O Operário Futebol Clube, fundado a 1 de Janeiro de 1960, com sede na Rua Manuel Trovisqueira, lugar de Mões, freguesia de Vila Nova de Famalicão, reconhecida como pessoa colectiva de utilidade pública, conforme consta do despacho publicado no Diário da República, II Série, nº. 61 de 13 de Março de 1992, é uma associação que vem desenvolvendo, ao longo da sua existência e sem interrupções, uma intensa actividade no fomento da prática desportiva, sobretudo no processo de formação e educação de jovens. Com mais de uma centena de atletas, divididos pelos escalões de infantis, iniciados, juvenis, juniores e seniores, o Operário Futebol Clube tem como objectivo primordial a promoção e fomento da actividade desportiva, como factor indispensável na formação plena do ser humano. Além do futebol, o Operário Futebol Clube dispõe de uma activa Secção de Xadrez. Para desenvolver esta intensa actividade, em prol do desporto e juventude, o Operário Futebol Clube tem, nos últimos anos, apostado fortemente na melhoria das condições das suas infra-estruturas, procurando dar uma resposta mais eficaz e condigna às solicitações de todos os jovens que procuram o clube para prática desportiva. Para além das obras, outro dos pontos altos da colectividade tem sido a realização do Torneio “Primavera Desportiva”, que envolve centenas de jovens atletas, das mais diversas colectividades de Vila Nova de Famalicão, uma autêntica festa do futebol, protagonizada pelos mais pequenos. Foto: www.cm-vnfamalicao.pt

quinta-feira, janeiro 04, 2007

S. Silvestre da Juventude superou as expectativas

.
A IV S. Silvestre da Juventude, organizada na tarde do passado sábado, pela Associação Desportiva de Castelões (ADECA), superou a melhor das expectativas. Apesar das más condições climatéricas, a edição 2006 da S. Silvestre da Juventude, bateu o recorde de inscritos, ultrapassando os 350 atletas que constituía a aposta da organização. A prova contou com 394 inscritos, sendo que o limite imposto pela organização era as quatro centenas de inscrições. A freguesia de Castelões despediu-se do ano velho com uma grande festa, vivenciado uma excelente jornada de atletismo marcada pela elevada participação da juventude. Esta prova que contou com o apoio do Pelouro do Desporto da Câmara Municipal e d Junta de Freguesia de Castelões, entre outros patrocínadores teve como madrinha a consagrada atleta Rosa Oliveira que não parou de incentivar os atletas, ela que nessa mesma noite haveria de correr a S. Silvestre da cidade do Porto. Vencedores Minis Femininos : Ana Campos (A.M. Lameiras) Minis Femininos Equipas : A.M. Lameiras Minis Masculinos : Nuno Faria (ADECA) Minis Masculinos Equipas : C.D. Marco Benjamins Femininos : Susana Soares (C.A. Stº Tirso) Benjamins Femininos Equipas : Ginásio da Trofa Benjamins Masculinos : Rafael Silva (Liberdade F.C.) Benjamins Masculinos Equipas : C.D. Marco Infantis Femininos : Catarina Pereira (Várzea) Infantis Femininos Equipas: Várzea Infantis Masculinos : Nuno Mendes (Várzea) Infantis Masculinos Equipas: GRAC Iniciados Femininos : Elisabete Machado (Emboladoura) Iniciados Femininos Equipas : Emboladoura Iniciados Masculinos : André Filipe (Liberdade F.C.) Iniciados Masculinos Equipas : 5 à Hora Juvenis Femininos : Bárbara Ferreira (A.C. Braga) Juvenis Femininos Equipas: 5 à Hora Juvenis Masculinos : Ricardo Coroa (Ginásio Trofa) Juvenis Masculinos Equipas: Ginásio Trofa Prova Popular Femininos : Tânia Silva (Liberdade F.C.) Prova Popular Masculinos : Hugo Galhardo (Estrelas Sul) Foto: www.entrevilas.com

XX S. Silvestre de Esmeriz

.
A Corrida de São Silvestre, uma das mais antigas corridas de rua do mundo, assim designada por tradicional e historicamente se realizar no dia 31 de Dezembro, dia de São Silvestre, pois foi neste dia que morreu o santo católico, que foi papa, no quarto século da Era Cristã, S. Silvestre I, teve no passado sábado, na freguesia de Esmeriz a sua vigésima edição consecutiva, numa organização da Associação Desportiva de Esmeriz, com o apoio do Pelouro do Desporto da Câmara Municipal. A S. Silvestre de Esmeriz foi umas três corridas de S. Silvestre que se realizaram neste final do ano em Vila Nova de Famalicão, a par das organizações da Associação Cultural, Desportiva e Social 1º de Maio, na freguesia da Requião e da S. Silvestre da Juventude, da Associação Desportiva de Castelões (ADECA). As más condições climatéricas sentidas durante todo o dia do passado sábado, repercutiram-se no nível das participações, cerca de cinco dezenas no cômputo das diferentes categorias, um número inferior ao da edição do ano transacto.

Famalicão, Capital Distrital da Columbofilia

.
A cidade de Vila Nova de Famalicão, recebeu no passado fim-de-semana, a 34ª Exposição Distrital de Braga de Columbofilia. Numa organização da Sociedade Columbófila de Famalicão que contou com o forte apoio do Pelouro do Desporto da Câmara Municipal, o evento decorreu na Antiga Casa Malheiro, na Rua Adriano Pinto Basto. A mostra terminou no domingo pelas 16.00 horas, com a cerimónia de encerramento e entrega de prémios, onde marcaram presença o Presidente da Associação Distrital de Columbofilia de Braga, o Vereador do Desporto e o representante da Junta de Freguesia de V.N. de Famalicão. O Município de Vila Nova de Famalicão é um dos mais representativos deste desporto, quer em número de praticantes, quer em números de instituições que possuiu, mais propriamente oito: Sociedade Columbófila de Famalicão, Sociedade Columbófila Famalicense, Sociedade Columbófila de Vale São Cosme, Sociedade Columbófila de Delães, Grupo Columbófila de Riba de Ave, Grupo Columbófila de Joane, Grupo Columbófilo de Ribeirão e Grupo Columbófilo Ninense.
Muito embora não ocupe as páginas dos jornais, a columbofilia é, atrás do futebol, a segunda modalidade de desporto do país, com mais de 18 mil praticantes registados. A extraordinária capacidade de resistência e de orientação dos pombos, o gosto que as pessoas têm pelos animais, a atenção ao seu exercício e estado de saúde, o envolvimento da família, os momentos de convívio que proporciona e as interessantes ligações que os organismos representativos da modalidade estabelecem com outras associações congéneres, nacionais e internacionais, fazem desta modalidade e das suas particularidades um desporto muito querido entre os portugueses.
.

quarta-feira, janeiro 03, 2007

Paulo Marques e Adélio Machado rumo a Dakar

.
Paulo Marques e Adélio Machado apresentaram no final da manhã da passada sexta-feira, no átrio dos Paços do Concelho, os carros e as equipas que os acompanharão no Lisboa/Dakar 2007, que decorre entre 6 e 21 de Janeiro. Os pilotos famalicenses foram recebidos pelo vice-presidente da autarquia, José Santos e pelo vereador do pelouro do Desporto, tendo recebido das mãos do primeiro a bandeira e o crachá do município de Vila Nova de Famalicão. Paulo Marques, o português com maior número de participações, na mais dura prova de Todo-o-Terreno do Mundo, participa pela 14ª vez consecutiva, a quarta aos comandos de um automóvel. Depois de dez bem sucedidas participações nas motos e três edições nas quatro rodas com igual número de co-piloto, Paulo Marques vai reeditar, nesta edição, a dupla de 2005 tendo Rui Benedi a seu lado, mas desta feita desempenhando apenas o papel de navegador. Tal como há dois anos, o famalicense vai inserido na estrutura da Toyota França, com carro idêntico, o Toyota Land Cruiser Longo. Adélio Machado, considerado piloto oficial pela Toyota França, parte para a segunda participação nesta mítica prova, depois do 38º lugar da geral alcançado na edição do ano passado, o terceiro melhor português. Adélio Machado conta com os vastos conhecimentos do seu navegador Jean-Louis Dronne, um francês com um curriculum invejável e ligado, desde sempre, ao todo o terreno. O Toyota Land Cruiser que vão tripular na edição do Lisboa/Dakar 2007, é um dos favoritos à vitória final no agrupamento T2.

Unanimidade na aprovação de empréstimo para Habitação Social

.
. Ao contrário do que ocorrera na reunião do executivo camarário, com os vereadores da oposição a absterem-se, a Assembleia Municipal na passada sexta-feira, votou por unanimidade a proposta de contracção de um empréstimo junto do Instituto Nacional de Habitação, no valor máximo de 467.112.00 €, para financiamento dos doze fogos na Urbanização das Austrálias, freguesia de Requião e quatro na Urbanização da Gábila, no Bairro de S. Vicente, freguesia de Gavião, destinados na sua totalidade ao arrendamento social e inseridos no Programa Municipal “Mudar de Casa, Mudar de Vida”. O empréstimo pelo período de 20 anos, beneficia de uma baixa taxa de juro, já que pese embora a sua indexação à Euribor a 6 meses, goza no entanto de uma bonificação de 60%.

Assembleia aprova Regulamento de Apoio a Associações Juvenis

.
A Assembleia Municipal aprovou, por unanimidade, na passada sexta-feira, dia 29 de Dezembro, o Regulamento de Apoio a Associações Juvenis, Associações de Estudantes e Grupo de Jovens do concelho de Vila Nova de Famalicão. Este Regulamento que visa estimular e incentivar o associativismo juvenil, reforçar a participação dos jovens na vida associativa, induzir planificação dos apoios a conceder e aumentar os graus de transparência nos processos decisórios, foi previamente submetido a uma ampla discussão quer nas reuniões do Conselho Municipal de Juventude de 6 de Janeiro, 7 de Fevereiro, 23 de Março e 27 de Julho de 2006, quer nas reuniões do executivo camarário de 26 de Abril e 3 de Outubro de 2006, tendo recebido inúmeros e valiosos contributos das associações e de todas as estruturas politicas. Na elaboração deste documento não é alheio o facto de Estudos da Comissão Europeia indicarem um crescente afastamento da participação dos jovens quer nas estruturas tradicionais da acção política e social (partidos, sindicatos) quer nas organizações de juventude, estudos estes, aliás, corroborados a nível nacional por análises efectuadas pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa que concluem pela baixa propensão da população portuguesa para a participação colectiva, que trespassa todo o espectro da acção social, desde o voluntariado cívico e humanitário, até à acção organizada com objectivos determinados nas esferas económica e política. Neste contexto, o documento agora aprovado traduz-se numa especial atenção ao associativismo juvenil que, além de assumir um papel fundamental na promoção da educação não formal dos jovens se revela, no caso concreto de Vila Nova de Famalicão, um movimento forte, empreendedor e criativo que cobrindo diferentes sectores, tem contribuído decisivamente para o desenvolvimento sustentável do nosso município, demandando por isso a adopção de medidas e a criação de instrumentos que potenciem a activa participação e intervenção social e cívica dos jovens.