quarta-feira, janeiro 03, 2007

Assembleia aprova Regulamento de Apoio a Associações Juvenis

.
A Assembleia Municipal aprovou, por unanimidade, na passada sexta-feira, dia 29 de Dezembro, o Regulamento de Apoio a Associações Juvenis, Associações de Estudantes e Grupo de Jovens do concelho de Vila Nova de Famalicão. Este Regulamento que visa estimular e incentivar o associativismo juvenil, reforçar a participação dos jovens na vida associativa, induzir planificação dos apoios a conceder e aumentar os graus de transparência nos processos decisórios, foi previamente submetido a uma ampla discussão quer nas reuniões do Conselho Municipal de Juventude de 6 de Janeiro, 7 de Fevereiro, 23 de Março e 27 de Julho de 2006, quer nas reuniões do executivo camarário de 26 de Abril e 3 de Outubro de 2006, tendo recebido inúmeros e valiosos contributos das associações e de todas as estruturas politicas. Na elaboração deste documento não é alheio o facto de Estudos da Comissão Europeia indicarem um crescente afastamento da participação dos jovens quer nas estruturas tradicionais da acção política e social (partidos, sindicatos) quer nas organizações de juventude, estudos estes, aliás, corroborados a nível nacional por análises efectuadas pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa que concluem pela baixa propensão da população portuguesa para a participação colectiva, que trespassa todo o espectro da acção social, desde o voluntariado cívico e humanitário, até à acção organizada com objectivos determinados nas esferas económica e política. Neste contexto, o documento agora aprovado traduz-se numa especial atenção ao associativismo juvenil que, além de assumir um papel fundamental na promoção da educação não formal dos jovens se revela, no caso concreto de Vila Nova de Famalicão, um movimento forte, empreendedor e criativo que cobrindo diferentes sectores, tem contribuído decisivamente para o desenvolvimento sustentável do nosso município, demandando por isso a adopção de medidas e a criação de instrumentos que potenciem a activa participação e intervenção social e cívica dos jovens.

Sem comentários: