quarta-feira, abril 18, 2007

Kartel # 31 animou a última noite da Quinzena da Juventude

.

O encerramento da Quinzena da Juventude passou, além da instalação de um parque de desportos radicais no Parque de Sinçães durante todo o fim-de-semana e, uma surpreendente Gala de Jovens Fadistas, pela aposta, em termos de animação nocturna, na mais recente revelação musical Famalicense.

Uma inovação ao nível do ritmo hip-hop, juntou seis jovens Famalicenses, dois dos quais de etnia cigana e dois de ascendia luso-africana que misturam o moderno hip-hop com o tradicional flamengo, surgindo os Kartel # 31.

O hip-hop dos seis jovens, Marco Silva, Tó, Landu, Jorge, Piolho e Pantera, surpreenderam e animaram a noite do passado sábado, na Alameda Luís de Camões, recolhendo excelentes criticas das centenas de jovens que habitualmente frequentam aquela artéria durante as noites de fim-de-semana, bem conhecida pela sua animação nocturna, e que ali se concentraram durante cerca de hora e meia de espectáculo.

A melhor prova da qualidade dos Kartel # 31, foi a presença dos “olheiros” da produtora EMI - Valentim de Carvalho, que se deslocaram propositadamente de Lisboa para apreciarem a inovação promovida por estes jovens.

O Pelouro da Juventude, além de proporcionar o primeiro concerto ao vivo dos Kartel, apoiando-os no seu lançamento, deixa também uma marca de referência durante a Quinzena da Juventude ao Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades, já que se trata de uma banda multi-étnica.

Foi um excelente espectáculo proporcionado aos jovens Famalicenses, protagonizado por uma banda da terra que promete dar cartas no panorama musical nacional, elevando assim, o encerramento da Quinzena da Juventude

Sem comentários: