domingo, janeiro 27, 2008

Partilha de responsabilidades mantém-se no Complexo Habitacional das Lameiras

A Câmara Municipal deliberou na passada quarta-feira, renovar o Acordo de Colaboração com a Associação de Moradores das Lameiras, visando a partilha de responsabilidades na gestão daquele que é o maior complexo de habitação social do concelho, composto por 290 fogos, nas áreas do acompanhamento social, manutenção e reabilitação do património edificado e infra-estruturas.

No âmbito deste Acordo, iniciado em 20 de Maio de 2004 e sucessivamente renovado, tem sido concretizadas um conjunto de obras de conservação e de reabilitação do edificado e desenvolvido um conjunto de serviços de natureza social que vão desde o atendimento às famílias, visitas domiciliárias, realização de acções de prevenção primária na área da toxicodependência, acompanhamento de situações de vulnerabilidade económica, social e até afectiva, promoção de diversas acções de carácter cultural e recreativo e de incentivo à participação dos moradores na vida comunitária.

Fruto deste Acordo, foi ainda possível manter em pleno funcionamento um Gabinete Social, via contratação de uma técnica superior de Serviço Social e de um escriturário a tempo parcial.

Implicando no ano de 2008, uma transferência financeira de 109.920,00 €, este modelo de gestão e sua materialização tem sido motivo para diversas visitas de outras autarquias de que são exemplo as das Câmaras Municipais de Fafe, Vizela, S. João da Madeira e Paços de Ferreira.

A nível nacional este modelo de Parceria Público-Privada, em matéria de Politica Social de Habitação, foi já considerado exemplar pela Cáritas Portuguesa e pela Associação Empresarial de Portugal.

Sem comentários: