quarta-feira, junho 03, 2009

Câmara Municipal entregou Bolsas de Estudo

O Presidente da Câmara Municipal, Arq. Armindo Costa, procedeu na tarde da passada segunda-feira, dia 1 de Junho, no Auditório da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, à entrega de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior. As Bolsas de Estudo que variam entre os 949,14 € e os 1.233,82 €, implicaram uma transferência global de 93.015,82 €.

Intervenção do Presidente da Câmara Municipal

As Bolsas de Estudo para os alunos do Ensino Superior são um investimento no futuro de cada estudante e no futuro do concelho de Famalicão. Sem este incentivo financeiro, muitos jovens famalicenses teriam mais dificuldades para frequentar um curso superior ou ficariam privados de prosseguir a sua formação académica.

As habilitações académicas dos jovens que agora apoiamos serão importantes para a requalificação dos recursos humanos, fazendo de Famalicão um concelho mais competitivo, criando mais riqueza e diminuindo o desemprego.

Está provado que um trabalhador com formação académica completa demora menos tempo a conseguir trabalho do que uma pessoa sem as habilitações mínimas. A prova disso é que a grande maioria dos desempregados que estão inscritos nos centros de emprego são pessoas que têm apenas o ensino básico ou, até, menos do que isso.

Estes dados indicam que é muito importante que os jovens não percam as oportunidades que têm à sua disposição. É o caso desta Bolsa de Estudo, criada pela Câmara Municipal de Famalicão.

Através desta medida social, estamos a ajudar um total de 84 alunos, que frequentam o ensino superior no ano lectivo 2008-2009 e que se candidataram a esta Bolsa de Estudo.

Em tempos de grave crise económica, alterámos o Regulamento Municipal das Bolsas de Estudo, de modo a podermos ser mais justos na distribuição dos incentivos e mais abrangentes ao contemplar um maior número de alunos.

De uma média de 30 estudantes, que eram contemplados com as Bolsas de Estudo nos anos anteriores, passámos, este ano, a apoiar 84 alunos. Isto significa que quase triplicámos o número de alunos beneficiados.

É um esforço financeiro do Município de 93 mil euros – a maior verba de sempre no financiamento das Bolsas de Estudo para o Ensino Superior. Cada Bolsa aumentou 200 euros, tendo passado de 750 para 950 euros. Acima desse valor, os alunos podem receber até 20 por cento mais, de acordo com a localização da sua universidade.

Assim, os alunos famalicenses que frequentarem as universidades mais distantes de Famalicão podem receber um total de 1.233 euros ao abrigo desta Bolsa de Estudo.

Esta Bolsa é suficiente para pagar a propina anual do ensino superior público. Com este investimento, estamos a cumprir a nossa aposta na Educação e na Juventude, proporcionando a todos a possibilidade de estudar e construir uma carreira profissional de sucesso.

Estas bolsas de estudo são um incentivo, mas também são um prémio pelo vosso mérito e pelos bons resultados escolares que têm conseguido, que fazem de vós estudantes exemplares que merecem o nosso aplauso e a nossa confiança.

Como presidente da Câmara, espero muito de vós para fazerem de Famalicão um concelho cada vez mais forte, mais competitivo, mais coeso e mais solidário.

Vocês tiveram o privilégio de ser apoiados nas despesas com os vossos estudos. É tempo de vocês retribuírem, com esforço, dedicação e seriedade, para que o dinheiro público desta Bolsa seja bem aplicado.

A vida não está fácil para ninguém. O trabalho e a dedicação são a chave do vosso sucesso individual e do nosso sucesso colectivo.

A Juventude é um dos maiores patrimónios de Famalicão, como sempre tenho referido. É com a força da Juventude, com o seu esforço e a sua generosidade, que podemos mudar o paradigma da nossa terra e do nosso País, rumo a um desenvolvimento sustentado e com qualidade de vida para todos.

Neste dia estimulante para todos vós, desejo as maiores felicidades para o vosso futuro pessoal e para o vosso futuro profissional!

Fotos: Sitio do Município de Vila Nova de Famalicão

Sem comentários: