segunda-feira, dezembro 11, 2006

Câmara contrai empréstimo junto do INH

.
A Câmara Municipal depois de ver aprovado pelo Instituto Nacional de Habitação (INH) o pedido de comparticipação financeira e aproveitando o Despacho Conjunto nº 22 262/2006 da Presidência do Conselho de Ministros, do Ministério das Finanças e da Administração do Território e do Desenvolvimento Regional, de 3 de Novembro de 2006, deliberou na sua reunião de 4 de Dezembro, contrair um empréstimo junto daquela Instituição, tendo em vista o financiamento à aquisição de 16 fogos (12 na Urbanização das Austrálias e 4 na Urbanização da Gábila) até ao montante máximo de 467.112.00 €, com uma bonificação de 60%, pelo período de 20 anos, à taxa de juro indexada à data da celebração do contrato à Euribor a 6 meses, com um spread de 0,45% e cuja periodicidade de pagamento de juros e amortizações será semestral. Os fogos a colocar no mercado de arrendamento social, encontram-se em fase final de conclusão.
.
Os empreendimentos em causa inserem-se no Programa Municipal “Mudar de Casa, Mudar de Vida”, tendo a Câmara Municipal celebrado um Contrato de Desenvolvimento de Habitação (CDH), com a firma Empreiteiros Casais, S.A., que constituiu entretanto o consórcio “Empreiteiros Casais de António Fernandes da Silva, S.A.” e “Imotibães – Sociedade Imobiliária, Lda”.

Sem comentários: