quarta-feira, abril 19, 2006

Queima das Fitas 2006 - Apresentação

.
A Edição da Queima das Fitas 2006, foi apresentada no passado dia 13 de Abril, à comunicação social, pelos Presidentes das Associações Académicas da Universidade Lusíada (José Durães), Escola Superior de Saúde do Vale do Ave (João Braga) e Vereador do Pelouro da Juventude (Jorge Paulo Oliveira)
Texto da Conferência de Imprensa A criação e a implementação em Vila Nova de Famalicão, da Universidade Lusíada e da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave, a que se soma este ano o Pólo de Pós-Graduações do Instituto Politécnico do Cavado e Ave, traduziu-se numa indiscutível mais-valia para o concelho e para a região onde nos inserimos. A presença destas instituições e os esforços que vêm desenvolvendo, permitiu a afirmação de projectos de ensino de qualidade que respondem às necessidades da população e da região e ganhos de competitividade pela importância e dimensão cultural e cientifica que ajudaram o município a alcançar. Estas instituições assumiram-se, ainda, como verdadeiros pólos dinamizadores da própria cidade, trazendo visíveis e positivas mudanças na vivência social, cultural e económica. A cidade de características provincianas, há muito que deu lugar à cidade de características académicas. Todos os dias se solidifica o espírito universitário famalicense, todos os dias se solidifica a ligação afectiva entre os famalicenses e estas instituições educativas. A cidade ganhou claramente mais animação e maior projecção cultural. Para isso muito tem contribuído as diferentes manifestações da tradição académica, com destaque para a Queima das Fitas, cuja edição de 2006, de novo organizada em conjunto pelas Associações Académicas da Universidade Lusíada e da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave, hoje se apresenta à comunicação social. A Queima das Fitas, não pode ser vista apenas como um evento que tem como destinatários exclusivos, os estudantes universitários. A Queima das Fitas, é também uma importante manifestação cultural, é também, mais uma oportunidade de todos os estudantes e não estudantes universitários conviverem lado a lado, é também, um espectáculo visual que os estudantes universitários oferecem à população de Vila Nova de Famalicão. Por todas estas razões, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão não podia deixar de se associar a este importante evento que mobiliza mais de 2.200 estudantes, um importante “capital” que deve ser valorizado. É por essas mesmas razões que muitas outras instituições e empresas decidiram apoiar esta grande festa anual, que representa um dos períodos mais marcantes para os alunos universitários. Num evento que vem, de ano para ano, crescendo qualitativa e quantitativamente, em 2006, o Programa da Queima das Fitas, que decorrerá entre 28 de Abril e 5 de Maio, será provavelmente o melhor até aqui realizado, conciliando de forma bastante equilibrada e com notória qualidade, as tradicionais manifestações académicas com muitas outras iniciativas que concretizam a essência da Queima das Fitas: o espírito da festa, da alegria de concretização do objectivo que é o curso e da juventude. Assim, além das já tradicionais realizações como a Serenata junto à Igreja Matriz Velha, um dos mais belos e simbólicos momentos da Queima das Fitas, inicio de uma nova caminhada e que verdadeiramente abre a Queima, a Missa de Bênção das Pastas, na Igreja Matriz Nova, a Imposição de Insígnias e o Cortejo Académico, também ele um dos momentos altos da semana, símbolo de comunhão dos estudantes com a cidade e onde os finalistas se apresentam ao público, foi preparado um diversificado programa de animação das Noites da Queima das Fitas de Famalicão, centrada na música e no entretenimento. Nas Noites da Queima das Fitas de Famalicão, vão passar conhecidos e consagrados nomes do panorama musical nacional:
  • Boss AC, a 28 de Abril, o primeiro grande concerto;
  • Expensive Soul, a 30 de Abril;
  • Quim Barreiros, a 04 de Maio;
  • The Gift, a 5 de Maio, que fecha o ciclo dos grandes concertos e constituirá o último sopro de folia da Queima das Fitas.

Apesar da aposta nos artistas mais reconhecidos do fenómeno musical, as bandas menos conhecidas do grande público não foram esquecidas. Assim, no palco das noites da Queima das Fitas, vão passar ainda, os:

  • Central Rock, uma banda nacional, proveniente de Lisboa, a 2 de Maio;
  • Los Cubanitos, um grupo de musica cubana a 3 de Maio;
  • Egg Box, vencedores do concurso de Bandas de Garagem promovido pelas Associações Académicas, a 5 de Maio.

As bandas de Vila Nova de Famalicão, são também valorizadas:

  • Let de Jam Roll, actuam a 30 de Abri, e os
  • Millenium Show, a 3 de Maio.

Ao todo serão nove os concertos de música que certamente brindarão o público com espectáculos memoráveis. A já também tradicional FAMAtuna, o mini festival de Tunas, voltará a marcar presença no cartaz da Queima, reunindo, nesta que será a sua oitava edição, quatro Tunas Académicas: Augustuna, da Universidade do Minho, Incógnituna, da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave, e a Tuna Académica e Ex-Tuna, ambas da Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão. Nas “Noites da Queima das Fitas de 2006”, não faltará também a animação de DJ’s nacionais e internacionais, num total de 11. Ao conhecido DJ internacional MastickSoul, desfilarão os também conhecidos DJ´s nacionais:

  • Peter J;
  • André Alves;
  • Fernando Alvim e,
  • Pedro Tabuada.

A estes acrescem os talentosos DJ´s:

  • Pedro Tinoco, de Famalicão;
  • TonyBianchi;
  • SS Tribal e
  • Paulo Strong.

Realce ainda, para a estreia dos jovens DJ’s famalicenses Ribeirinho e Bruno Azevedo, captados da 1ª Mostra de DJ´s Locais, promovida pelo pelouro da Juventude da Câmara Municipal, no âmbito do Jovem.Com 2006, O DJ residente será Mike Tudor. A noite de 2 de Maio, será dedicada a uma espécie de Stand Up Comedy, com o conhecido humorista Fernando Rocha e o promissor famalicense, Nandinho Comedy. Tal como já ocorreu com a última “Recepção ao Caloiro”, as “Noites da Queima das Fitas”, serão concentradas na sua quase totalidade, na zona comercial do Lago Discount, uma das novidades do cartaz de 2006. Evita-se, deste modo, os habituais incómodos causados às populações, residentes nas proximidades do recinto de divertimento, cujo horário de funcionamento se prolonga até de madrugada. Ao contrário do que ocorreu no passado, onde diariamente “choviam” reclamações sobre excesso de ruído e estacionamentos indevidos ou abusivos, nesta edição da Queima das Fitas, fica desde já assegurada a absoluta conciliação entre o direito ao divertimento dos estudantes com o direito ao repouso das populações. Tal como aconteceu com a edição 2005, da “Recepção ao Caloiro”, para que não haja perda de qualidade, segurança ou de participação no evento, a organização disponibilizará:

  • Autocarros, alternativos ao uso de viatura própria, para acesso àquele espaço;
  • Ambulâncias e um grupo de bombeiros para ocorrer a situações de emergência;
  • Corpo de Segurança, devidamente identificado, dentro e fora do recinto.

A segunda novidade desta edição, prende-se com a criação daquilo que se denominou de “Warm Up”. Trata-se do dia que antecede a abertura oficial da Queima das Fitas, uma espécie de aquecimento para os 7 dias de muita festa que se seguirão. Além do concerto de abertura, este dia fica marcado pela realização da “Vip Party”, uma festa de apresentação da Queima. Agradecemos a disponibilidade das senhoras e dos senhores jornalistas, contando com a vossa colaboração, que sempre demonstraram, na divulgação deste grande evento académico que faz parte da vida desta cidade e deste grande concelho que é Vila Nova de Famalicão.

Sem comentários: