segunda-feira, março 27, 2006

Jovem.Com 2006 - Lançamento do Cartão Jovem Municipal Co-Branded

.
Armindo Costa, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, acompanhado por João Paulo Henriques, representante da Novijovem e Jorge Paulo Oliveira, durante a cerimónia de lançamento do Cartão Jovem Municipal Co-Branded, o primeiro, a nível nacional, a integrar o novo sistema do Cartão Jovem <>
Intervenção do Senhor Presidente da Câmara Municipal Em nome do Município de Vila Nova de Famalicão, declaro aberta a Semana da Juventude “Jovem.com” e saúdo todos os Jovens Famalicenses, convidando-os a participar nas inúmeras iniciativas que vamos organizar hoje e nos próximos dias. Vila Nova de Famalicão orgulha-se de ser um dos Municípios mais jovens do País e da Europa. A alegria e a irreverência da Juventude, o seu sentido crítico e a sua atitude natural de permanente exigência por mais e melhor qualidade de vida, constituem um verdadeiro desafio para todos aqueles que têm responsabilidades públicas, nomeadamente na gestão do Município. Uma aposta correcta no futuro das novas gerações, passa também por um conjunto de medidas concretas de apoio à Juventude. A adesão ao projecto nacional “Jovens Artistas Jovens”, através da Casa das Artes; a Festa do Associativismo e Juventude, que se realiza todos os anos; a abertura do Espaço Internet ou a Mostra de Teatro Amador são apenas alguns exemplos de iniciativas municipais que reflectem a nossa aposta e a nossa confiança na Juventude. Estamos a desenvolver uma política de Juventude verdadeiramente transversal, que abrange medidas específicas em todos os domínios de actividade municipal, desde a educação à solidariedade social, passando pela economia e pela ocupação dos tempos livres. Dou dois exemplos concretos: Ao apoiarmos as instituições de ensino superior que estão na cidade, nomeadamente as suas infra-estruturas, estamos a investir de forma estruturante na formação académica e profissional dos nossos jovens. Ao termos aprovado benefícios fiscais para as empresas, fazendo descer o imposto municipal sobre o IRC em 20 por cento, criámos condições para mais investimento e, por consequência, mais emprego para os nossos jovens. Além de tudo isto, demos voz à Juventude, independentemente da sua área política ou social, relançando o Conselho Municipal da Juventude, como grande fórum de debate de ideias e projectos. Hoje, estamos aqui para apresentar o novo Cartão Jovem – o Euro Sub-26 – dando cumprimento a mais um compromisso eleitoral. Depois da experiência-piloto do Cartão Jovem Municipal, que actualmente beneficia 1230 jovens, estava na hora de reformular o projecto. Com o cartão Euro Sub-26, aumentamos as vantagens para os seus portadores e diminuimos a burocracia, uma vez que, no futuro, com um único documento, os jovens famalicenses podem ter acesso aos benefícios locais, nacionais e europeus. O cartão Euro Sub-26 dá acesso a descontos no comércio tradicional, nos equipamentos culturais e desportivos do Município, para além de descontos na aquisição de bens e serviços previstos no cartão jovem nacional. Estamos na presença de um instrumento muito útil para o dia-a-dia dos nossos jovens, que beneficia três milhões de jovens europeus e duzentas mil empresas aderentes. Queremos que a Juventude Famalicense seja verdadeiramente uma Geração Mais. Uma geração mais interessada. Uma geração mais participativa. Uma geração mais instruída. Uma geração mais empreendedora. Uma geração mais solidária. Uma geração mais informada. Uma geração mais reformadora. Uma geração mais europeia. Por parte da Câmara Municipal, e no âmbito das suas competências, podem contar com todo o nosso empenho e a nossa dedicação na procura das melhores soluções para que os nossos jovens tenham a qualidade de vida que merecem. É nesse sentido que temos em curso alguns projectos. Entre eles destaco a Casa da Juventude. Quando cheguei à Câmara, tínhamos um edifício na cidade que o Município tinha comprado para aí instalar a Casa da Juventude. Só que as lojas comerciais do rés-do-chão continuavam arrendadas. E para serem desocupadas, pediam-nos o dobro do dinheiro que o edifício tinha custado. Como somos rigorosos na gestão do dinheiro público, que é de todos os famalicenses, não podíamos aceitar essa situação. Recentemente decidimos avançar para a criação de uma Casa da Juventude, noutro local, em condições provisórias, o que vai acontecer ainda este ano, uma vez que o caso está entregue aos tribunais e os nossos jovens não podem esperar. Estamos também a criar condições que permitam mais oportunidades de emprego, apostando no Centro dos Jovens Empreendedores, que será dirigido, sobretudo, a estudantes e formados pelas universidades e escolas profissionais instaladas em Famalicão. Na área da Juventude, temos ainda como objectivos deste mandato a consolidação da Festa do Associativismo e Juventude; a criação de um Parque Aventura, no Parque de Campismo de Gondifelos, junto ao rio Este; o arranque do Parque da Cidade, na mata da Devesa; e a construção da ecopista Famalicão-Póvoa de Varzim. Finalmente, dos vários projectos que temos em curso para lançar neste mandato, no âmbito do Programa Municipal “Geração Mais”, quero destacar dois deles: o Projecto "Jovens em Acção" e a Universidade Júnior. São dois projectos dirigidos a alunos do ensino básico e secundário para ajudá-los na sua orientação profissional e vocacional. Vamos dinamizar estas acções porque acreditamos nas novas gerações como fonte do desenvolvimento sócio-cultural da comunidade famalicense. O nosso Município tem futuro porque contamos com o dinamismo, a inovação e a irreverência das gerações mais novas para fazermos de Vila Nova de Famalicão um concelho, também ele, mais... Mais coeso, mais desenvolvido e mais solidário. Muito obrigado!

Sem comentários: